Changing is needed

10/07/2013 02:08:00 PM

Eu mudei de hábitos, passei a comer de forma mais saudável, parei de stalkear, comecei a estudar para o ENEM. Eu mudei meu cabelo, realizei o sonho de ser ruiva, e quero mudar de novo, o corte, eu sei lá. Eu mudei meu celular, atualizei na verdade, odiei, mas estou me acostumando, e isso não muda o fato de o novo sistema ainda estar odiável. Eu dei unfollow em massa no Twitter, e estou fazendo o mesmo no Facebook, "faxinando". Porque não conheço 80% das pessoas que são minhas "amigas", e porque mudar é preciso


Chega uma hora, em que a gente cansa, em que ficamos saturados, em que as pessoas mudam, e que a gente precisa mudar, acompanhar, sei lá, se renovar apenas. 




Percebi que gosto de escrever textos, mas não quando sou pressionada, que ter um blog de moda é legal, mas é meu blog, portanto, falo o que eu quiser nele, e talvez, acompanhar tendências não seja meu forte, nem falar sobre cabelos, e make. Então, mudei: vou escrever sobre o que sei, sobre o que eu entendo realmente

Mudei meu gosto musical, passei a ouvir mais Lana del Rey, e Pink Floyd, claro, ainda escuto uma ou outra música da Demi, mas diminui. E não faço isso como outras, para dizer "ai, sou cult". Não. Eu faço isso, porque gosto. 




Parei de me importar, de correr atras de amizades que já não valem mais apenas, parei de pensar "o que os outros vão achar" e comecei com pensamentos de "se eu me sinto bem, então tudo bem". Passei a gostar ainda mais de chorar, porque, ah! É tão bom! Libertador, deixar as lágrimas cairem, colocar sentimentos para fora. Parei de contar quantos sms eu gastei, ou de usar tags em massa no Instagram. Se as pessoas virem, elas vão curtir, tem de ser natural. Comecei a tomar banho no escuro, é inspirador, você relaxa melhor, não pensa em nada. 

Parei de jantar. Comecei a tomar um chocolate quente todas as noites frias, e um suco natural nas quentes. 




Comecei a me afastar de gente que não me faz bem, comecei a andar mais, a apreciar a chuva, a olhar as nuvens de uma forma diferente. Comecei a ter aulas de psicologia, e dar 8 abraços por dia nas pessoas, a falar "oi" para desconhecidos. 

Sabe, coisas assim fazem bem, mudar faz bem, e quando a gente muda pequenas atitudes, é que a nossa vida muda por completo. Todo mundo deveria tentar.

You Might Also Like

0 comentários