Nem mais, nem menos, nem perfeita

12/03/2013 03:49:00 PM

Nos últimos dias, tenho pensado muito no corpo humano. No meu, mas também no corpo alheio.

Sempre concordei com essa história de "temos que nos aceitar do jeito que somos, a sociedade não pode me fazer" ou qualquer variação desse mesmo discurso. Provavelmente porque meu sonho é ter um corpo "perfeito", coisa que nunca serei capaz de ter.

Mas minha opinião mudou um pouco. Pra falar a verdade, mudou muito.

Não, eu não concordo que as pessoas - principalmente nós, meninas, garotas ou mulheres - devemos passar fome para ter aquele corpo dos sonhos. Eu continuo achando que devemos nos aceitar - mas tem um certo limite, esse meu pensamento.




Não acho que as gordas devam se aceitar. Ser gordo não é ser saudável. Cada um tem um corpo de tipo diferente - há aquelas pessoas mais finas e longas, mas também há aquelas finas e baixas. E as pessoas com o corpo mais largo, grande. Não há problema algum em ter o corpo grande, não dá pra mudar, você nasci assim e nenhum corpo é igual ao outro, mas "ser gorda" não é saudável. Do mesmo jeito que ser raquítica não é saudável, e eu digo isso porque estou abaixo do peso que deveria ter. Escuto muitas amigas falando "eu daria tudo pra ter o seu corpo" mas quando olho para elas as vejo perfeitamente saudáveis, nem falta e nem sobra, tem ali apenas a forma do corpo que elas nasceram.

O limite do meu pensamento é a saúde. Não devemos ultrapassar esse limite, nem pra faltar e nem pra ter mais. Devemos aceitar nosso corpo, manter a forma dele - não necessariamente da forma que a sociedade impõe - e sermos felizes DESSE jeito.




E talvez algumas de vocês pensem "ah, pra ela é fácil escrever isso, ela é magra" mas é muito complicado. Meu corpo é magro, mas não exatamente magro do jeito que está. Meu corpo está magro de um jeito doente, não de um jeito saúde. E se vocês pensam que é só comer bastante para ter saúde e manter meu corpo, não é bem assim. Preciso de uma dieta, do mesmo jeito que os gordos precisam - preciso estipular meus horários de alimentação, preciso praticar exercícios físicos, preciso manter além de meu corpo, a minha mente sã. São coisas que todas (todos, caso alguns garotos leiam esse blog) precisamos fazer, e ASSIM SIM nos aceitaremos do jeito que somos e seremos felizes de verdade com nosso corpo.

 -


You Might Also Like

0 comentários